segunda-feira, 21 de março de 2016

CNBB DELIBERA NÃO APOIAR O IMPITIMAM DA PRESIDENTE DILMA: GOVERNO QUE NASCEU DOS POBRES


A Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) deliberou em Reunião no dia 18 de março que o momento é de fortalecimento da Democracia e para isso deve existir Unidade e  não aceita que "partidos políticos se aproveitem a crise para pedir o Impitimam de Dilma". E no texto sem formalidade acrescentou:

 NÃO VAMOS APOIAR GOLPE CONTRA GOVERNO QUE NASCEU DOS POBRES.”

O bispo Dom Ailton Menegussi, da Diocese de Cratéus (CE), seguindo a deliberação  Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) disse que "Não vamos apoiar a troca de governo, de pessoas interesseiras. Tem muita gente pousando de santinho, mas nunca pensou em pobre. Fazem discurso bonito porque querem poder, e a CNBB não concorda", disse ele para religiosos em Tauá, no Sertão cearense. "Que sejam punidos políticos de todos os lados porque sabemos que têm um monte de processos de outros políticos e que são engavetados. Mas quando se trata de governo que nasceu dos pobres, esse é criminoso. Nós não pensamos assim".



Na avaliação do bispo, a Justiça "está tratando criminosos antes de provas as coisas". "Uma vez provadas, que se punam os culpados. Agora os culpados não é só desse partido ou só daquele. Não sejamos bobos", afirmou. "Queremos que o País seja respeitado, que os cidadãos seja respeitados".