segunda-feira, 21 de março de 2016

O senador Aécio Neves (PSDB-SP) e o Deputado Eduardo Cunha (PMDB) dando como certo o impeachment, assumem compromissos ao novo Governo



O senador Aécio Neves (PSDB-SP) afirmou que o vice-presidente Michel Temer (PMDB) e o deputado Eduardo Cunha deve assumir compromissos com a oposição  caso a presidente Dilma Rousseff seja afastada da Presidência. O tucano afirmou ao jornal "O Estado de S. Paulo" que o vice tem de se comprometer a não concorrer à reeleição, não interferir nas próximas eleições municipais e estaduais.

Aécio tem conversado  diariamente com o Deputado Eduardo Cunha ( PMDB sobre a possibilidade de Temer assumir, caso Dilma seja afastada pelo Congresso. Entre esses interlocutores estão os ex-ministros Nelson Jobim e Armínio Fraga, o deputado Roberto Freire (PPS-SP) e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

Apesar de sempre ser apontado como provável ministro de Temer, ele diz que o PSDB deve esperar para discutir cargos. No entanto, está articulando com Cunha formas de aprovar o impeachment na câmara para o sucesso da empreitada no Senado.

Na avaliação de Aécio, "o novo governo não deve realizar nenhum tipo de retaliação a nenhuma força política". O senador disse ainda que "acho altamente provável que o impeachment se materialize" e que "seria melhor para o país, para a política e para ela própria que a presidente Dilma renunciasse, mas essa é uma decisão que cabe exclusivamente a ela".

Em resposta a carta do Nobel que orienta Lula a pedir asilo Politico, Dilma decide denunciar o golpe ao Mundo

Diante ao apelo do premio Nobel da Paz, a presidente Dilma Rousseff decidiu iniciar esta Semana uma  agenda  de entrevistas a imprensa internacional para  denunciar  que esta sendo vítima de uma tentativa de golpe .

Em carta Nobel orienta Lula a pedir asilo politico, Dilma decide denunciar o golpe ao Mundo. 


O ganhado fazer Prêmio Nobel da Paz, Adolfo Pérez, comparou o Golpe Que ESTÁ em Curso no Brasil com a do Paraguai de 2012, that culminou com o impeachment do ex-presidente Fernando Lugo.

"São golpes brando", no Brasil trataria de hum Golpe e judicial midiático e Nós, na América Latina, JA TEMOS Experiência Suficiente Para saber Que como Forças Armadas Não São Necessárias Para derrubar hum governo ". O impeachment de Lugo Aconteceu EM 24 horas e considerou-se ELE constitucional. A Comissao Interamericana de Direitos Humanos questionou O Processo e also o Mercosul se posicionou contra o golpe e interrompeu o Paraguai fazer bloco.

Sem Caso brasileiro se trataria de hum golpe do Judiciário Que ESTÁ intervindo Sobre o Executivo de Maneira excessiva e com o Suporte dos Meios de Comunicação.

Questionado Sobre os indícios de Corrupção Que envolvem o ex-presidente Lula, Esquivel alegou que "evidentemente, midiático e criticou o juiz Sergio Moro Ao Divulgar o Grampo Telefônico, alegando Que o ato DELE abre Percurso parágrafo golpe. "Convulsionar a brasileira sociedade em Cima De inverdades, Técnicas escusas e Práticas criticáveis ​​viola Princípios e Garantias constitucionais e OS DIREITOS dos Cidadãos. E precedentes Abrem gravíssimos. golpes OS iniciam ASSIM. "Ele pos em Perigo a Segurança e harmonia sociais no Brasil".

Nesta semana, ELE publicou Uma carta de Apoio a Lula e Dilma em that Alega that A Questão brasileira Atual NÃO E de Luta contra a Corrupção, mas de Disputa Que tentam derrubar a Esquerda.

Segundo Esquivel, o SUA Teoria poderia Ser Comprovada cabelo Envolvimento de Quase todos OS Políticos Nos escândalos de Corrupção. ESSES Políticos NÃO estariam Sendo investigados Pelo Poder Judiciário.

Esquivel recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1980 POR SUA Luta Pacífica Pela democracia e Pelos Direitos Humanos Durante como ditaduras militares da América Latina.

CNBB DELIBERA NÃO APOIAR O IMPITIMAM DA PRESIDENTE DILMA: GOVERNO QUE NASCEU DOS POBRES


A Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) deliberou em Reunião no dia 18 de março que o momento é de fortalecimento da Democracia e para isso deve existir Unidade e  não aceita que "partidos políticos se aproveitem a crise para pedir o Impitimam de Dilma". E no texto sem formalidade acrescentou:

 NÃO VAMOS APOIAR GOLPE CONTRA GOVERNO QUE NASCEU DOS POBRES.”

O bispo Dom Ailton Menegussi, da Diocese de Cratéus (CE), seguindo a deliberação  Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) disse que "Não vamos apoiar a troca de governo, de pessoas interesseiras. Tem muita gente pousando de santinho, mas nunca pensou em pobre. Fazem discurso bonito porque querem poder, e a CNBB não concorda", disse ele para religiosos em Tauá, no Sertão cearense. "Que sejam punidos políticos de todos os lados porque sabemos que têm um monte de processos de outros políticos e que são engavetados. Mas quando se trata de governo que nasceu dos pobres, esse é criminoso. Nós não pensamos assim".



Na avaliação do bispo, a Justiça "está tratando criminosos antes de provas as coisas". "Uma vez provadas, que se punam os culpados. Agora os culpados não é só desse partido ou só daquele. Não sejamos bobos", afirmou. "Queremos que o País seja respeitado, que os cidadãos seja respeitados".

domingo, 20 de março de 2016

Ação contra Lula é de diretora do Gilmar

Escândalo! E se foi ele quem deu a ideia à subordinada! Escreveu a petição?




esse regime de generalizada esculhambação, em que a Justiça se emporcalhou na atividade partidária de forma despudorada, um amigo navegante enviou preciosas informações sobre essa ação que o Ministro (sic) Gilmar (PSDB-MT) julga provisoriamente.


Como se sabe, Gilmar suspendeu a posse do Ministro Lula (que já trabalha como Ministro, empossado que foi no discurso da Avenida Paulista a que o amigo navegante pode assistir, com emoção, na integra aqui.



Diz o amigo navegante sobre a generalizada esculhambação:



Acabei de ver no site do STF que a advogada que assina a petição do PPS no mandado de segurança contra a posse do Lula é diretora do IDP, subordinada do Gilmar. É uma esculhambação total!



Pode consultar no site da IDP. O nome dela está lá, como coordenadora de Pós-Graduação:  http://www.idp.edu.br/institucional/corpo-dirigente. Veja a imagem: batom na cueca!



Está o nome da Dra Marilda, dignísssima funcionária da empresa de negócios educacionais do Juiz (qua qua qua) do Supremo Tribunal Federal que quer impedir o Lula de ser Ministro.



Logo ele, que, no Governo (sic) do FHC, se blindou com o foro privilegiado para não ir em cana na Privataria Tucana e dividir a cela com o ínclito banqueiro a quem deu dois HCs Canguru, num espaço de 48 horas, apesar dessa claríssima, indesmentível reportagem do jornal nacional!



Prêmio Nobel da Paz orienta Lula pedir Asilo Politico

Em carta orienta Lula ir em Uma embaixada e pedir asilo Politico"O  Golpe que está em curso!" 


O ganhado do Prêmio Nobel da Paz, Adolfo Pérez, comparou o Golpe que está em curso no Brasil   com a do Paraguai de 2012, que culminou com o impeachment do ex-presidente Fernando Lugo.

“São golpes brando”, no Brasil trataria de um Golpe judicial e Midiático e nós, na América Latina, já temos experiência suficiente para saber que as forças armadas não são necessárias para derrubar um governo”. O impeachment de Lugo aconteceu em 24 horas e considerou-se ele constitucional. A Comissão Interamericana de Direitos Humanos questionou o processo e também o Mercosul se posicionou contra o golpe e interrompeu o Paraguai do bloco.

No caso brasileiro se trataria de um golpe do Judiciário que está intervindo sobre o Executivo de maneira excessiva e com o suporte dos meios de comunicação.

Questionado sobre os indícios de corrupção que envolvem o ex-presidente Lula, Esquivel alegou que “evidentemente, midiático e criticou o juiz Sergio Moro  ao divulgar o grampo telefônico, alegando que o ato dele abre percurso para golpe. “Convulsionar a sociedade brasileira em cima de inverdades, técnicas escusas e práticas criticáveis viola princípios e garantias constitucionais e os direitos dos cidadãos. E abrem precedentes gravíssimos. Os golpes iniciam assim. “Ele pôs em perigo a segurança e harmonia social no Brasil”.

Nesta semana, ele publicou uma carta de apoio a Lula e Dilma em que alega que a questão brasileira atual não é de luta contra a corrupção, mas de disputa que tentam derrubar a esquerda.

Segundo Esquivel, sua teoria poderia ser comprovada pelo envolvimento de quase todos os políticos nos escândalos de corrupção. Esses políticos não estariam sendo investigados pelo poder Judiciário.


Esquivel recebeu o prêmio Nobel da Paz em 1980 por sua luta pacífica pela democracia e pelos direitos humanos durante as ditaduras militares da América Latina.

quarta-feira, 16 de março de 2016

Lula vai assumir Casa Civil

Luciano Nascimento – Repórter da Agência Brasil*

Lula vai assumir Casa Civil, diz líder do PT na Câmara

O líder do PT na Câmara, deputado Afonso Florence (BA), anunciou há pouco que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai assumir a Casa Civil da Presidência da República, no lugar de Jaques Wagner.

Ontem (15), Lula se reuniu, no Palácio da Alvorada, por mais de quatro horas com a presidenta Dilma Rousseff e na manhã de hoje voltou ao palácio, por volta das 9h. Também estão no Alvorada os ministros da Casa Civil, Jaques Wagner, da Fazenda, Nelson Barbosa, e da Educação, Aloizio Mercadante.


Desde ontem, a possibilidade de Lula ser nomeado ministro de Dilma repercute entre deputados favoráveis e contrários ao governo. Os petistas apoiam a iniciativa por conta da habilidade política do ex-presidente, enquanto os oposicionistas classificam a hipótese como tentativa de blindá-lo das investigações da Operação Lava Jato.

Bomba!!! : Doleiro abriu conta secreta da família de Aécio Neves no exterior e pode atingir todo PSDB no caso FURNAS


A revista Época publica reportagem nesta quarta-feira (16) afirmando que documentos apreendidos em operação da Polícia Federal em 2007 revelam que Norbert Muller abriu contas bancárias no LGT Bank, sediado no principado de Liechtenstein, para o tucano Aécio Neves. O principado seria o mais fechado de todos os paraísos fiscais do mundo, segundo a revista.
Época diz que teve acesso aos documentos apreendidos pela operação, e afirma que em uma das pastas encontradas na casa do doleiro constava uma etiquetada por “Bogart e Taylor”. Estes seriam os nomes escolhidos por Inês Maria Neves Faria, mãe e sócia do senador mineiro, então presidente da Câmara dos Deputados, para batizar a fundação que, a partir de maio de 2001, administraria o dinheiro da conta secreta 0027.277 no LGT.

sexta-feira, 11 de março de 2016

Com o vazamento da decisão da Juíza Maria Priscila Veiga Oliveira, no caso LULA: BBC Brasil retira a noticia de sua página e Tribunal de SP decreta segredo de Justiça



Web Justiça - Sexta-feira, 11 de março de 2016
A Juíza Maria Priscila Veiga Oliveira, 4ª Vara Criminal da Justiça de São Paulo, acaba de REJEITA A DENÚNCIA,   do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por ocultar patrimônio, por Incompetência pelo ´princípio do Promotor natural... e pede o ARQUIVAMENTO DOS AUTOS

Trecho da Decisão

Tratam os presentes autos de investigação da Promotoria Ministério Público de São Paulo , de apuração em torno do evento delitivo... de Luis Inacio Lula da Silva...,
...Ab initio, é forçoso não conhecer a distribuição da presente investigação do Ministério Público de São Paulo... Com efeito, dissecando as provas indiciária trazida à colação no inquérito da Promotoria, tem-se, por Incompetência pelo ´princípio do Promotor natural... REJEITA A DENÚNCIA  e pede o ARQUIVAMENTO DOS AUTOS

video

Brasil vive uma crise judicial: Governo dos juízes




Economista e ex-ministro nos governos de Fernando Henrique Cardoso e José Sarney, Luiz Carlos Bresser-Pereira afirmou, nesta quinta-feira (10), que o Brasil está não apenas em crise política e econômica, mas também envolto em uma crise judicial, diante dos desdobramentos das investigações do ex-presidente Lula.

Bresser-Pereira: "Os procuradores não têm provas; têm desconfianças""(O Brasil) Enfrenta agora também uma crise judicial, na medida em que setores do Estado usam de forma abusiva seu poder. O último capítulo desta crise judicial foi, hoje (ontem), o pedido de prisão preventiva do ex-presidente, Lula, pelo caso do triplex do Guarujá. Estamos em pleno mundo do nonsense”, escreveu o ex-ministro.


Bresser-Pereira disse que os procuradores do Ministério Público de São Paulo que apresentaram denúncia à Justiça e pediram a prisão de Lula não tem provas, mas apenas desconfianças. Ainda segundo o economista, que é também cientista político, “se Lula fosse corrupto, teria aproveitado as muitas oportunidades para obter propinas elevadíssimas.


“Os procuradores não têm provas; têm desconfianças. Estão persuadidos, que Lula pretendia comprar o apartamento por preço abaixo do valor, porque não pagaria pela reforma realizada pela OAS, que, isto é verdade, queria dar um presente ao ex-presidente. Mas, para os procuradores, não se trata de um presente, mas de uma propina. Que, diferentemente de um presente, supõe o pagamento de vantagens. Mas até agora não houve qualquer informação dos procuradores as respeitos destas supostas vantagens. Sejamos razoáveis. Essas acusações a Lula (o apartamento, o sítio) são uma prova de idoneidade. Se ele fosse corrupto, como se sugere, teria aproveitado as muitas oportunidades para obter propinas elevadíssimas”, argumentou Bresser-Pereira.

Vídeo: Manifestante invade link ao vivo da Globo pela segunda vez

Repórter do 'Jornal da Globo' estava direto do Congresso Nacional quando manifestante surgiu com cartaz

São Paulo- Uma fato inusitado chamou a atenção dos telespectadores do "Jornal da Globo" na madrugada desta quinta-feira. Durante uma transmissão ao vivo de Brasília -- quando a repórter Giovana Teles dava informações sobre a Operação Lava Jato, na porta do Congresso Nacional -- um homem invadiu a transmissão segurando um cartaz dizendo: "#Globo Golpista quer incendiar o país".

Após a invasão, o manifestante foi retirado rapidamente do local e a jornalista mostrou-se irritada com a situação e lamentou o incidente. "Quase fomos interrompidos, não considero que isso faça parte da democracia, mas vamos seguir com nossas informações, que é isso que importa para os nossos telespectadores", afirmou.
O apresentador do telejornal  William Waack também se mostrou irritado com o protesto do homem e disse: "Você reagiu bem a essa bobagem, Giovana. Gostei de ver. Vamos continuar com a cobertura jornalística que é o que interessa e é o que a gente faz", comentou.
Essa não é a primeira vez que a emissora tem invasão em seus links ao vivo, durente a Operação Lava Jato.
Na última semana, o mesmo homem tentou atrapalhar um link da Globo News, canal a cabo da Globo, para criticar a família Marinho, durante a cobertura que o canal fazia da 24ª fase da Operação da Lava Jato, em que o ex-presidente Luíz Inácio Lula da Silva foi levado pela Polícia Federal para depor na Polícia Federal em São Paulo.
Na ocasião, segurando uma placa com os os dizeres "Mansão dos Marinho. Paraty" o rapaz tentou atrapalhar a repórter Marina Franceschini que estava no Congresso Nacional, em um link ao vivo com o estúdio. O cartaz fazia referência ao caso da mansão de veraneio que seria dos herdeiros de Roberto Marinho, em Paraty. A propriedade, que vem sendo investigada pelo Ministério Público, foi construída em área desmatada de um parque federal e em área pública.

Presidente do PT diz que pedido de prisão de Lula é ação midiática de promotores

Ivan Richard - Repórter da Agência Brasil
video

O presidente nacional do PT, Rui Falcão, afirmou hoje (10) que o pedido de prisão preventiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e mais seis pessoas pelo Ministério Público de São Paulo (MPSP) não tem fundamento e é uma “ação midiática”. Rui Falcão, que esteve reunido com Lula, em São Paulo, disse que o ex-presidente soube do pedido com tranquilidade.

O presidente nacional do PT, Rui Falcão, concede entrevista coletiva na sede do partido em Brasília (José Cruz/Agência Brasil)“O pedido de prisão preventiva vai na linha daquilo que vinha sendo feito por esse promotor [Cássio Conserino] e os seus dois parceiros [José Carlos Blat e Fernando Henrique Moraes de Araújo] de, sem provas, denunciar o presidente Lula. Agora, vem essa medida, a meu ver midiática, de pedir a prisão preventiva sem qualquer motivo”, disse o petista.

Para Falcão, os promotores do caso têm agido de forma parcial. “Antes mesmo de ouvir qualquer pessoa, o promotor já tinha dito para uma revista que ia denunciar o presidente. Portanto, não merece credibilidade, não tem imparcialidade e acho que nenhum juiz vai aceitar esse pedido, que não tem base, motivo, a não ser projeção e criar fatos sem nenhum fundamento legal. Isso me preocupa, porque estamos criando no país o embrião de um estado de exceção dentro do estado democrático”, acrescentou o presidente do PT.

Ontem (9), o Ministério Público de São Paulo apresentou denúncia à justiça paulista relativa à investigação sobre titularidade do triplex no condomínio Solaris, em Guarujá (SP). Além do pedido de prisão preventiva, na denúncia o MP sustenta que Lula praticou os crimes de lavagem de dinheiro – na modalidade ocultação de patrimônio – e falsidade ideológica.

quarta-feira, 9 de março de 2016

MST invade a Globo: Preocupada com novas invasões, Globo convoca reunião com urgência para hoje à tarde


O ESTADO DE S.PAULO
Preocupado com a invasão da sede da filial da TV Globo no Estado de Goiás, no início da noite desta terça-feira, 8 de março. Carlos Henrique Schroder, diretor-geral da emissora, convocou com urgência todos diretores para uma reunião que será realizada hoje à tarde as 14hs.

A pauta da Reunião, conforme divulgado pela emissora, se refere ao quadro de tensão e incerteza de novas invasões   no dia 13 de março, quando ocorrerá   manifestações a favor e contra o Governo Dilma.

Segundo Schroder, diretor-geral da emissora, a semana está afetada de manifestações de domingo é preciso agir no campo institucional.

O diretor-geral da emissora, Carlos Henrique Schroder, tem receio que ocorra o mesmo movimento do dia 24 de agosto de 1954. Com a morte de Getúlio Vargas,  grupos simpatizantes movidos pela paixão, atacaram a sede de O Globo no decorrer do dia 24 de agosto. Todas as caminhonetes do Globo e Carros de reportagem foram queimados e o jornal impedido de circular. O dia teve momentos dramáticos. Rogério Marinho, então vice-presidente do jornal, viveu esse momento.


Até o ministro do Supremo tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello disse que teme a possibilidade de que hajam confrontos durante as manifestações de rua marcadas para o próximo dia 13. "Sim, receio um conflito. Receio, inclusive, o surgimento de um cadáver. E a História revela o que leva a esse surgimento", destacou o magistrado.

terça-feira, 8 de março de 2016

URGENTE!!! NESTE MOMENTO TV GLOBO DE GOIAS É INVADIDA PELO MST: FUNCIONÁRIOS ESTÃO SENDO AMEAÇADOS

video

Neste momento manifestantes ligados ao Movimento Sem-Terra (MST) e a outras entidades sindicais invadiram a sede do Grupo Jaime Câmara, onde fica a filial da TV Globo no Estado, no Setor Serrinha, em Goiânia, no início da noite desta terça-feira, 8 de março.
Entoando gritos de guerra contra a emissora, o grupo entrou até o saguão da empresa, pichou paredes e ameaçou funcionários que deixavam o local.  (Veja o vídeo abaixo)
Os manifestantes chegaram à sede do Grupo Jaime Câmara em ao menos dois ônibus. Os ânimos foram acalmados apenas com a chegada da polícia, por volta das 19h30
Manifestantes picharam paredes na sede do Grupo Jaime Câmara, em Goiânia

MARCO AURÉLIO TEME CONFLITOS E 'CADÁVER NAS RUAS' DIA 13 de março



"Sim, receio um conflito. Receio, inclusive, o surgimento de um cadáver. E a História revela o que leva a esse surgimento", afirmou o ministro do STF Marco Aurélio Mello, sobre as manifestações contra o governo Dilma marcadas para o próximo domingo 13; grupos pró-governo também ameaçaram ir para as ruas; Marco Aurélio defendeu que manifestantes contra a e favor do governo realizem suas manifestações em dias separados; "As manifestações devem ocorrer porque estamos num Estado Democrático de Direito. Mas que cada um tenha o seu dia. Não interessa ao povo brasileiro o conflito", disse

O ministro do Supremo tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello disse que teme a possibilidade de que hajam confrontos durante as manifestações de rua marcadas para o próximo dia 13. "Sim, receio um conflito. Receio, inclusive, o surgimento de um cadáver. E a História revela o que leva a esse surgimento", destacou o magistrado.
Segundo ele, as manifestações – tanto por parte da oposição como dos defensores do governo da presidente Dilma Rousseff e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva - fazem pare da democracia, mas devem ser realizadas em dias diferentes "para se evitar o pior".
"Que cada segmento saia em um determinado dia. Vamos evitar o pior", observou. Segundo ele, o temor é que os casa hajam conflitos, estes resultem em consequências graves. "Sim, receio um conflito. Receio, inclusive, o surgimento de um cadáver. E a História revela o que leva a esse surgimento", ressaltou.
Indagado pela imprensa se algum dos lados estaria insuflando os conflitos, Marco Aurélio foi enfático ao dizer que "não". "Não, são forças antagônicas. As manifestações devem ocorrer porque estamos num Estado Democrático de Direito. Mas que cada um tenha o seu dia. Não interessa ao povo brasileiro o conflito", afirmou.

Vídeo esmagador: Lindbergh enfia merendão no Aloysio

Aecím já foi premiado com três delações e o Moro... não vem ao caso !


Conversa Afiada exibe pronunciamento do Senador Lindbergh Farias (PT-RJ) no Senado, nessa segunda-feira, em que:

- enfia o merendao e o trensalao tucano pela goela abaixo do Senador Aloysio 300 mil, que revelou, de novo, uma faceta tresloucada e histérica;


- chamou a Lava Jato de uma operação partidarizada - em beneficio do PSDB, bem entendido;


- que o Aecim, que mereceu uma visita de deputados ao Dr Janot, recebeu a homenagem singela de TRÊS delatores e o Dr Moro, bem, sabe como é, hum, hum  ... o Dr Moro ... não vem ao caso;

- que o Governo do Senador 300 mil botava tudo embaixo do tapete;


- que o Engavetador Geral da República, o Dr Brindeiro, foi o SÉTIMO da lista e o Principe da Privataria, o heroi da Brasif, o escolheu seguidamente para o cargo de Procurador Geral;


- Lindbergh condenou a aliança estrategica do PSDB com o Bolsonaro, nas redes sociais, em torno de grupelhos fascistas;


- a certa altura, Lindbergh foi aparteado por um senador paraibano que se identificou com interessante fenômeno meteorológico: a chuva de dinheiro.  O Senador elogiou o Dr Moro. Claro, o Dr Moro engavetou um processo contra ele ... Trata-se, óbvio, de um senador do PSDB ! ;


- Lindbergh foi duro com a Bláblárina, como foi também no evento do sindicato dos jornalistas contra a tentativa de fazer do Edu um bode expiatório para amedrontar a blogosfera.


Como se sabe, a Fadinha da Floresta tomou o jatinho sem dono e embarcou de cabeça no Golpe. E saiu por aí dizendo que o PT é violento. Lindbergh esteve indignado: ela conhece o PT. Sabe que a violência nao é do PT, mas vive no outro lado. Mas, sabe como é, Senador, aBláblárina agora frequenta outro pomar...


Essas cacetadas - a no Aloysio é especialmente dolorida - podem ser vistas, com especial alegria, a partir dos 47 minutos.

segunda-feira, 7 de março de 2016

Diretor de jornalismo da Rede Globo e o Presidente do PSDB Aécio Neves se reúnem para avaliar a repercussão da entrevista do ministro Marco Aurélio Mello no programa Canal Livre na Band da prisão de LULA


O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), voltou a afirmar ontem, em entrevista no programa Canal Livre na Band, que nada justifica o ato de força que foi a operação desencadeada na sexta por agentes da Polícia Federal, do Ministério Público e pelo juiz Sérgio Moro contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Mello expressou preocupação não apenas com a “terrível” repercussão para a imagem do Brasil no mundo como também com o próprio Estado de direito: “Se ocorre com um ex-presidente da República algo tão extremado, imagina o que pode ocorrer com um cidadão comum”, alertou.

Em alguns momentos o  entrevistador  BÓRIS CASOY chegou a ser insistente para extrair do ministro alguma parcimônia em relação às justificativas apresentadas pelo coordenadores da operação, de que a condução arbitrária de Lula se fazia necessária para a segurança do processo e do próprio depoente. “Para a Justiça ninguém deve ser intocável, mas não podemos voltar à Idade Média”, rebateu Marco Aurélio Mello. “E essa história de que servia para garantir a proteção dele eu apenas anuncio: eu não gostaria de ter esse tipo de proteção”, ironizou.

Momento de Reflexão para os momentos atuais no Brasil.

Joana d'Arc, hoje é uma heroína francesa e santa da Igreja Católica, padroeira da França e um exemplo de Mulher para a Espiritualidade.

Contudo, Segundo a escritora Irène Kuhn, Joana d'Arc foi esquecida pela história até o século XIX quando não fazia mais perigo a Igreja e aos governos.

Joana d'Arc não só foi esquecida na sua época, ela foi difamada nos quatros cantos da França, pelos detentores do poder, foi chamada de Bruxa e morta queimada em uma fogueira. A igreja, o Rei e os nobres senhores temiam que uma CAMPONESA, analfabeta e mulher de uma grande popularidade por ser uma líder nata de tamanha sabedoria para os padrões da época, tornasse soberana da França.


Ao analisar a Historia apreendemos muito para fazer as coisas certa no Presente.
Bom dia !

domingo, 6 de março de 2016

URGENTE!!! NESTE MOMENTO POPULAÇÃO INVADEM A SEDE DA REDE GLOBO NO RIO DE JANEIRO

protesto na globo
É só o começo.

O Moro e o Gilberto Freire com "i" vão destruir a Globo.

Ah, se o Dr Roberto fosse vivo...

Já tinha demitido eles todos, a começar pelos filhos...



MORO, A MASCARA DE JUIZ CAIU


Em meio a manifestações de críticas da prisão ilegal do ex-presidente Lula, não adianta o Juiz Sérgio Moro divulgar nota  para legitimar a 24ª fase da Operação Lava-Jato deflagrada na sexta-feira, 04.

A MASCAR DE JUIZ CAIU!

Celso Antônio Bandeira de Mello - Professor Emérito de Direito Administrativo da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, disse que a dúvida que pairava sobre o lado politico do Juiz Moro na condução da lava jato, coma a Prisão ilegal de Lula não existe mais duvida.

Cláudio Lembo - ex-governador de São Paulo (DEM, ex-PFL), advogado e professor universitário em poucas palavras falou que o Brasil vive em um Estado de Exceção.

O Ministro do STF Celso de Melo fez duras críticas  a Sergio Moro: Condução coercitiva? O que é isso? Eu não compreendi. Só se conduz coercitivamente, ou, como se dizia antigamente, debaixo de vara, o cidadão de resiste e não comparece para depor. E o Lula não foi intimado", afirmou; "Precisamos colocar os pingos nos 'is'", continua; Mello criticou o argumento de Moro, de que a medida foi tomada para assegurar a segurança de Lula; "Nós, magistrados, não somos legisladores, não somos justiceiros", e ensinou: "Não se avança atropelando regras básicas".

Analisando as críticas da prisão ilegal do ex-presidente Lula todas tem um ponto em comum, o Juiz Sergio Moro não Respeitou o ditames do Estado Democrático de Direito, as atitudes do Juiz Sergio Moro  está inscrita na filosofia política de um jurista do nazismo, Carl Schmitt e os modo operante dos golpistas de 1964.

Uma da ultimas sabotagem do Moro foi dizer que a PF pediu dinheiro para consertar os carros e pagar a conta de luz. Quando, na verdade, o tesouro Nacional empenhou, no dia 14 de outubro de 2015, R$ 409.062,07, em favor da Superintendência da PF no Paraná, para justamente comprar peças de automóvel, e o dinheiro com sobras desde então estava na conta da entidade. E Moro ainda disse que“precisou lançar mão de R$ 172 mil de verba sob a guarda da justiça”, e, como sempre, vazou de forma seletiva para o Globo, tentando iludir a sociedade no sentido de culpar o governo Dilma pela possível paralisação na Lava Jato. Aliás, os vazamentos são sempre no sentido de conspirar contra o governo federal e a Petrobrás.

O juiz Moro usa a PF e o MPF para sua trajetória partidária em prol do PSDB! O que não nos deixa mentir é que a mulher do juiz trabalha para o PSDB do Paraná e que os delegados que compõem a “Força tarefa” da Operação fizeram campanha para Aécio Neves, inclusive com blog de apoio, onde chamavam Lula e  Dilma de  “anta”.

E ainda, é vergonhosa a blindagem da Operação aos parlamentares do PSDB como Antonio Anastasia, Aécio Neves e o falecido presidente do partido Sérgio Guerra. Também obscena a omissão às falcatruas na Petrobrás, durante os dos governos tucanos de Fernando Henrique Cardoso. E todos foram citados em delação premiada, com agravante de que Aécio Neves foi citado duas vezes; e a corrupção na Petrobrás, no governo de FHC, é até confessada por FHC em seu próprio livro, “Diários da Presidência”.

sexta-feira, 4 de março de 2016

REDE GLOBO E MORO PRENDE LULA: É O GOLPE!

PF realiza operação para depor Dilma

A REDE GLOBO DE TELEVISÃO JUNTAMENTE COM A OPOSIÇÃO DEU INICIO AO GOLPE.
O GOLPE DE 1964 VEM  Á TONA EM 2016 COM OS MESMO MODO OPERANTE DOS MILITARES NA DITADURA E DA REDE GLOBO.
O INIMIGO É A REDE GLOBO ELA QUE FEZ TODA ARMAÇÃO PARA PRISÃO DO PRESIDENTE LULA.

O INIMIGO É A REDE GLOBO AGORA É A HORA DE EXPULSAR DO BRASIL A REDE GLOBO.
A Polícia Federal cumpre nesta sexta feira mandado de condução coercitiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele está sendo levado para prestar depoimento na PF em São Paulo, no âmbito da Operação Lava-Jato.

Nesta manhã, a PF deflagrou a 24ª fase da Operação, batizada de Aletheia.

Cerca de 200 policiais federais e de 30 auditores da Receita Federal cumprem 44 mandados judiciais – sendo 33 de busca e apreensão e 11 de condução coercitiva – nos Estados de São Paulo, Rio e Bahia.

A PF apura crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

quarta-feira, 2 de março de 2016

Oposição e Rede Globo quer impedir posse do ministro da Justiça


Preocupados com a Declarações do novo Ministro da Justiça de investigar o envolvimento da Rede Globo no escândalo de corrupção na FIFA a oposição prepara ação na Justiça Federal para tentar impedir a posse do novo ministro da Justiça, Wellington César Lima e Silva.

Mendonça Filho (DEM), que lidera a iniciativa, diz que a Constituição veda a possibilidade de que integrantes do Ministério Público assumam cargos no Executivo.

Passou da hora: Por 11 votos a 10, Conselho de Ética decide dar continuidade a processo contra Cunha

Reunião para continuação da apreciação do parecer preliminar do dep. Marcos Rogério (PDT-RO), relator do Processo nº 01/15, referente à representação nº 01/15, do PSOL e REDE, em desfavor do dep. Eduardo Cunha (PMDB-RJ)

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar decidiu, no início da madrugada desta quarta-feira (2), dar continuidade ao processo contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha.
Com o voto de minerva do presidente do colegiado, deputado José Carlos Araújo (PSD-BA), o conselho aprovou, por 11 votos a 10, o relatório do deputado Marcos Rogério (PDT-RO), favorável à admissibilidade da representação em que o Psol e a Rede pedem a cassação de Cunha.
A aprovação ocorreu depois que o relator concordou em retirar de seu parecer a denúncia sobre o suposto recebimento de vantagens indevidas por parte de Cunha, o que caracterizaria crimes de corrupção e lavagem de dinheiro e ainda será alvo de análise do Supremo Tribunal Federal (STF), nesta quarta.
Marcos Rogério alterou seu parecer a pedido do deputado Paulo Azi (DEM-BA), para quem o recebimento de vantagens indevidas, se comprovado, teria ocorrido antes do atual mandato de Cunha e, portanto, não deveria ser alvo de análise do Conselho de Ética. Marcos Rogério disse divergir sobre a avaliação de Azi, mas "diante de processo tão longo, penoso, desgastante e constrangedor", acatou a sugestão.
Diante da mudança no relatório, o processo no conselho vai se basear apenas na denúncia de que Cunha teria mentido na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras sobre a existência de contas no exterior, o que também pode levar à perda do mandato.
Cunha alega que não mentiu à CPI porque não se tratava de uma conta no exterior e sim de um truste, do qual ele é usufrutuário. Ele argumenta que, pela legislação à época, não precisaria declarar à Receita Federal.
Na reunião do conselho, o deputado Marcos Rogério repetiu o principal argumento para defender a continuidade do processo. "Não julgamos aqui se o parlamentar cometeu ou não crime na esfera penal. Se cometeu um ato incompatível com o decoro parlamentar, só será possível saber e reconhecer na instrução probatória [fase seguinte]. Não nesta fase", afirmou.
Defesa de Cunha
O advogado de Cunha, Marcelo Nobre, voltou a reclamar de supostos erros na condução do processo, como a não permissão de defesa prévia em fase de admissibilidade, falta de respostas a dúvidas (questões de ordem) levantadas por deputados aliados de Cunha, além de falta de provas contra o presidente da Câmara.

"Essas acusações precisam ser provadas através do devido processo legal, que acontecerá no Supremo Tribunal Federal, se o Supremo receber a denúncia contra o meu cliente. Como prosseguir com um processo natimorto? Quem diz que delação não é prova são os ministros do Supremo Tribunal Federal", disse o advogado.
Com a admissibilidade aprovada no Conselho de Ética, Cunha terá dez dias úteis para apresentar sua defesa.
Reclamações no conselho
A votação só ocorreu depois de muito bate-boca, questões de ordem e reclamações quanto à longa duração da Ordem do Dia do Plenário da Câmara, o que só permitiu a retomada dos trabalhos do conselho no fim da noite desta terça-feira.

O deputado Júlio Delgado (PSB-MG) se queixou da demora na análise do caso. "Já estamos no 120º dia e 55º dia útil legislativo para julgar um parlamentar que atentou contra a ética e o decoro parlamentar", afirmou.
O deputado Carlos Marun (PMDB-MS) cobrou resposta do conselho ao questionamento sobre suposta falta de isenção do presidente do colegiado, José Carlos Araújo. Apesar de o Supremo já ter negado recurso da defesa de Cunha sobre o assunto, Marun foi contra a participação de Araújo na votação do processo, por já ter se manifestado favorável à continuidade da investigação.
"Vossa excelência [Araújo] está contrariando o regimento. Nós vamos recorrer disso e vamos ser acusados de protelação", disse Marun.
Por outro lado, o deputado Wladimir Costa (SD-PA) criticou o que chamou de "satanização de deputados que supostamente votam favoráveis a Cunha". O líder do PSC, deputado Andre Moura (SE), também reclamou de "atropelos" ao Regimento Interno e de indefinições de procedimentos no processo, que prejudicam a defesa do presidente da Câmara.
O deputado Valmir Prascidelli (PT-SP) argumentou que a aprovação da admissibilidade é a oportunidade para Cunha comparecer ao conselho e se defender. Na mesma linha, os deputados Onyx Lorenzoni (DEM-RS) e Betinho Gomes (PSDB-PE) criticaram "chicanas" que atrapalhariam o andamento do processo.
Nesta terça-feira, o ministro do STF Teori Zavascki indeferiu o pedido da defesa de Cunha para adiar o julgamento do inquérito em que a Procuradoria-Geral da República acusa o presidente da Câmara de corrupção e lavagem de dinheiro. Assim, a decisão do STF sobre a abertura ou não de ação penal contra Cunha foi mantida para a tarde desta quarta-feira.
Reportagem – José Carlos Oliveira
Edição – Pierre Triboli